CGJ - Corregedoria-Geral da Justiça

Notícias

Novos magistrados conhecem unidades penitenciárias


Tamanho do texto:

Os juízes recém-empossados pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso visitaram a Penitenciária Central do Estado (PCE) e a Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May na tarde desta quinta-feira (29 de setembro), como aula prática do curso de formação de magistrados, que farão até dezembro.
 
Acompanhados pelo juiz titular da Segunda Vara Criminal de Cuiabá (Execuções Penais), Geraldo Fernandes Fidelis Neto, os novos magistrados conheceram todas as dependências das unidades penitenciárias, desde os raios, celas e corredores até as atividades de educação, trabalho e saúde desenvolvidas nas instituições.
 
“É muito importante que eles conheçam o sistema penitenciário; suas virtudes, seus defeitos, o que deve ser feito e ter uma noção particular dos problemas diários que se passam no sistema. A criatividade de cada um eles podem ampliar esse raio de atuação do bem nas suas comarcas”, destacou o juiz Geraldo Fidelis.
 
A impressão que cada magistrado demonstrou com a experiência foi diversa. Alguns pontuaram que ficaram impressionados com a realidade, outros focaram nas boas práticas e projetos adequados para se inspirar.
 
O juiz Marcos André da Silva contou que foi uma experiência incrível e muito marcante em sua carreira. “Para mim foi muito impactante porque apesar de eu ter estudado bastante Direito, nunca tinha estado em uma penitenciária. Talvez os livros nunca me ensinassem o que aprendi aqui. Essa experiência vai ficar marcada para sempre”, analisou.
 
Já o juiz Carlos Eduardo de Moraes e Silva destacou o aproveitamento que fará do conhecimento transmitido pelo juiz Geraldo Fidelis e os diretores das unidades que os receberam com muita atenção.
 
“Esperamos levar as boas ideias que vimos aqui para o interior, onde certamente estaremos à frente da Diretoria do Foro, corregedores dos presídios e das cadeias públicas. Ver o reeducando trabalhando, produzindo e se ressocializando são situações positivas que a gente espera levar como experiência para os locais onde vamos atuar”, frisou o magistrado.
 
Esta foi a primeira vez que uma turma de novos juízes, em curso, visitou a unidade penitenciária feminina de Cuiabá. Na oportunidade, eles observaram as particularidades da mulher privada de liberdade, conversaram com elas, questionaram e também foram questionados, um momento de comunicação direta. “Eles ouviram com muita atenção e sensibilidade. Foi uma interação muito importante creio, tanto para as recuperandas, como para os novos juízes”, pontuou Fidelis.
 
Os juízes empossados passam por um longo curso de formação antes de iniciarem os trabalhos nas comarcas. A capacitação oferecida pela Escola Superior da Magistratura de Mato Grosso (Esmagis-MT) teve início na segunda-feira (26 de setembro) e terminará no dia 15 de dezembro. Ao todo, serão 480 horas de aula, divididas entre teoria e prática. A escolha da comarca onde irão atuar será feita no dia 16 de dezembro e a atuação deles começa no dia 19 de dezembro.
 

Mylena Brun
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3409